Projeto de Queijos Finos do Biopark reúne produtores para apresentação de ações

A segunda reunião do projeto Queijos Finos do Biopark foi realizada na segunda-feira (24), nas dependências do Parque, e contou com a participação de produtores rurais e convidados. Na pauta estiveram a apresentação e discussão das atividades já realizadas e as planejadas para 2019, assim como uma palestra sobre a silagem de milho para alimentação das vacas.

O presidente do Biopark e idealizador do projeto, Luiz Donaduzzi, recepcionou a todos e reforçou que o objetivo é realizar este tipo de encontro a cada 60-90 dias para apresentar temas relacionados à produção e qualidade do leite, como consequência a fabricação de queijos. Entre os participantes esteve Saul Zeukner, produtor rural que trabalha com gado Jersey. “A cada reunião a gente nota que o projeto está evoluindo rapidamente, um projeto de futuro e que vai dar certo pela forma que está sendo conduzido”, destaca.

O médico veterinário, Vicente Matsuo, ministrou a palestra sobre a importância da silagem de milho na alimentação das vacas e reforçou sobre o cuidado com a nutrição adequada para a qualidade do leite e por conseguinte dos queijos. “A silagem, como volumoso, é um dos principais componentes na dieta da vaca, porque através dela você consegue uma nivelação em termos de proteína, energia, fibras, vitaminas e minerais, e agregada a outros alimentos potencializa a lucratividade na propriedade”, explica.

Ao final do evento, os convidados participaram de uma degustação dos queijos que estão em fase de teste no Biopark.

"Também discutimos quais são os passos que precisamos avançar para chegar com os queijos finos dos produtores da região aos supermercados, eu acredito que isso deve acontecer no início do ano que vem. A demanda existe e no momento que tivermos um produto de alta qualidade as pessoas vão comprar porque vale a pena”, conclui Luiz Donaduzzi.

Galeria

image
Envie-nos uma mensagem
Faça Parte ou entre em contato